Entre os municípios acima de 40 mil habitantes, Delmiro Gouveia apresenta menor taxa de incidência para COVID-19 em Alagoas

Entre os municípios acima de 40 mil habitantes, Delmiro Gouveia apresenta menor taxa de incidência para COVID-19 em Alagoas

Em 22 de março deste ano, foram iniciadas as ações de combate ao COVID-19 pela gestão municipal de Delmiro Gouveia. Uma das primeiras ações implementadas e que se tornou referência para diversos municípios, foi a instalação de barreiras sanitárias e o fechamento de estradas vicinais da cidade. Paralelo à isso, outras ações contribuíram para que a transmissão comunitária fosse retardada no município. Distribuição de máscaras e kits de higiene, instalação de unidades de higienização para as mãos em locais de grande circulação, fiscalização e trabalhos educativos foram realizados com as diversas secretarias da Prefeitura de Delmiro Gouveia. Apenas no final do mês de maio foi declarada a transmissão comunitária no município. As ações serviram para proteger o sistema de saúde local. A UPA de Delmiro Gouveia, unidade de referência para o Alto Sertão de Alagoas, possui 8 leitos sendo 2 de UTI intermediária, para que haja a transferência dos pacientes para os hospitais de referência. O Governo de Alagoas está finalizando a implantação de 20 leitos clínicos no Hospital Regional Antenor Serpa.
Os resultados positivos das ações refletem na taxa de incidência para COVID-19. Em comparação com os municípios alagoanos com população acima de 40 mil habitantes, Delmiro Gouveia possui a menor taxa, 286 para grupos de 100.000 habitantes. A média do estado de Alagoas, divulgada pela SESAU no último sábado, 20 de junho, apresenta uma taxa de incidência de 827,4 para grupos de 100.000 habitantes.


Com o novo plano de contingência implantado pela Secretaria Municipal de Saúde, mais testes estão sendo realizados, possibilitando o rastreio e ações efetivas de controle e monitoramento de pessoas contaminadas.
O Centro de Triagem, instalado no Memorial Delmiro Gouveia, já realizou cerca de 100 testes em sua primeira semana de funcionamento.
“Conseguimos adiar a chegada do vírus em nossa cidade por mais de 60 dias. Agora, as ações precisam ser voltadas para o rastreio e monitoramento. A população tem um papel importante neste combate. É preciso que as normas sejam seguidas para que possamos reduzir a taxa de contaminação. Neste momento, segundo o boletim do dia 20 de junho, possuímos 74 casos ativos e apenas 1 está em uma unidade hospitalar, uma proporção de 1,35% enquanto o estado apresenta uma média de 9%. Isto mostra que as ações efetivas de controle, monitoramento e a distribuição de medicamentos pelas equipes da Secretaria Municipal de Saúde, estão surtindo o efeito necessário” destacou o Prefeito Padre Eraldo.

Comparativo de casos confirmados para COVID-19 entre os municípios com mais de 40 mil habitantes segundo o boletim divulgado em 20 de junho de 2020

Maceió - 11.915
Arapiraca - 2.667
Marechal Deodoro - 1.148
São Miguel dos Campos - 771
Rio Largo - 604
Coruripe - 564
Teotônio Vilela - 467
União dos Palmares - 451
Campo Alegre - 410
Atalaia - 387
Palmeira dos Índios - 321
Girau do Ponciano - 252
Santana do Ipanema - 245
Penedo - 188
Delmiro Gouveia - 149


Imprimir   Email