Agentes de Endemias realizam mutirão na Lagoinha para o combate ao Aedes Aegypti e ao Bicho Barbeiro

Previous Next

Garrafas, pneus, copos descartáveis e vasos de plantas, são alguns dos recipientes que podem acumular água e servirem como criadouros do mosquito Aedes Aegypti, responsável pela transmissão da Dengue, Chikungunya, Zika e até da Febre Amarela urbana. Já o Bicho Barbeiro, transmissor da Doença de Chagas, costuma se esconder em frestas e entulhos.
Para combater estes insetos e proteger a população delmirense, os Agentes de Endemias estiveram realizando um grande mutirão na Lagoinha, onde cerca de 500 residências foram visitadas, além de terrenos e espaços comuns do povoado.

Durante a ação, foram encontradas larvas do mosquito que foram coletadas para comprovação em laboratório. Em nenhuma das residências visitadas, foi encontrado o Bicho Barbeiro.

As equipes, além de realizarem o serviço de dedetização, também recolheram diversos pneus que estavam descartados pelo povoado.

“Estamos em um período em que as chuvas estão se encerrando e pequenas poças de água podem se tornar um grande perigo para a população. O município está fazendo a sua parte, com os Agentes de Endemias visitando as residências, mas nós também precisamos colaborar, sendo vigilantes e fiscalizando possíveis locais com acúmulo de água, desde garrafas até os pratos das plantas. Assim, podemos evitar e proteger a nossa população contra as doenças causadas pelo Aedes Aegypti”, destacou a Prefeita Ziane Costa.


Imprimir   Email