Prefeitura de Delmiro Gouveia e Instituto Terra Viva beneficiam 45 famílias rurais com projeto de produção agrícola

Previous Next

Localizadas à beira do Canal do Sertão, 45 famílias delmirenses estão sendo beneficiadas com uma parceria entre o Instituto Terra Viva e a Prefeitura de Delmiro Gouveia, através da Secretaria Municipal de Agricultura.

O projeto desenvolvido, com foco no empoderamento feminino, busca trabalhar a produção agropecuária orgânica para geração de renda das famílias ribeirinhas.
O projeto, Ser-tão Mulher, utilizará irrigação e energia solar, em Sistemas Agroflorestais (SAFs), protagonizados por mulheres rurais.

As 45 famílias serão beneficiadas durante dois anos. As principais ações do projeto estão concentradas em quatro grandes eixos:

1 - Sistemas Agroflorestais (SAFs) - Agricultoras foram selecionadas e capacitadas, através de cursos e oficinas, sobre Sistemas Agroflorestais e estão sendo instalados arranjos agroflorestais em 3 unidades de produção familiar.

2 - Energia solar e irrigação localizada - As beneficiárias serão capacitadas, por meio de cursos sobre instalação e manutenção de sistemas fotovoltaicos e de irrigação, em sistemas de energia solar e irrigação para os SAFs instalados em suas propriedades.

3 - Empoderamento feminino - Será desenvolvido e executado um programa de empoderamento feminino, através de oficinas, contribuindo para o fortalecimento e protagonismo das mulheres do campo.

4 - Combate ao Aedes aegypti - Uma campanha educativa uma campanha educativa em torno do combate do Aedes aegypti, como uma atividade complementar ao Projeto, voltada para crianças, será realizada com as comunidades.

O Prefeito Padre Eraldo destacou a importância do projeto e o compromisso nas ações de melhoria para a população.
“De forma inédita, temos um projeto sendo trabalhado na zona rural exclusivamente para mulheres. É necessário desenvolver mecanismos e instrumentos que possibilitem novas formas sustentáveis de produzir alimentos e outros produtos agrícolas, com foco na sensibilização da antiga geração e conquista da juventude rural, desde a infância, e no gênero, reforçando o papel da mulher dentro dos sistemas produtivos rurais. O Canal do Sertão é um aliado da população sertaneja na busca de tentar diminuir os efeitos da estiagem da região, possibilitando a promoção de melhores condições de desenvolvimento. As 45 famílias selecionadas serão beneficiados com serviços de assessoramento técnico e social para o desenvolvimento de atividades agrícolas, seguindo os preceitos da sustentabilidade. É desta forma que estamos seguindo novos rumos, em busca de desenvolvimento sustentável e geração de emprego e renda para a população”.


Imprimir   Email